11
    Ago
    O Vento das Reformas: Lázaro Cárdenas e a Revolução Mexicana (1934/1940)

    Historiador publica livro sobre a Revolução Mexicana

    O leitor interessado pela história política latino-americana dos anos 1930 encontrará nesse livro uma análise profunda realizada por Ival de Assis Cripa do diário de campanha de Lázaro Cárdenas, que participou da fase armada da Revolução Mexicana. A obra apresenta uma reflexão do governo de Cárdenas para o público brasileiro e analisa, também, os discursos proferidos durante o seu mandato presidencial.

    Tags: MéxicoPopulismoRevoluções
    .........................................................................................................................................................................................................................................................................
    26
    Jul
    Equador, bancos, banqueiros e estado

    Entre 1860 e 1927, haviam apenas os bancos privados no Equador. Existiam bancos comerciais, hipotecários e individuais. No início do século XX, apenas quatro (Comercial-Agrícola, do Equador, o Azuay e o Pichincha) tinham o poder de emitir dinheiro respaldados no "padrão ouro".  O Estado também dependia de seus empréstimos. E desde 1914, quando se suspendeu a convertibilidade (notas para resgatar ouro), os bancos fizeram emissões monetárias sem lastro.

    Durante as primeiras décadas do século XX, os banqueiros dominaram a economia e a vida política do país. Havia um estado plutocrático. Então veio a Revolução de Julho, por iniciativa do movimento militar de 9 de julho de 1925, e cujo ciclo, com duas juntas provisórias e desde 1926 com o governo de Isidro Ayora, que durou até 1931.


    Tags: Imprensa LatinaEquadorCapital Internacional
    .........................................................................................................................................................................................................................................................................